Browsing Category

Ilustração

Dicas Ilustração

7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor #2

29 de janeiro, 2017 por

Olá, pessoal. Tudo bem?

Quando a Mariana escreveu o 7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor #1, nós duas não tínhamos feito nenhum curso de pintura com lápis de cor e, portanto, as técnicas apresentadas eram fruto da nossa experiência prática de anos de desenho. Mas hoje, depois de ter feito um extenso curso de pintura com lápis de cor voltado para ilustração científica, sinto que temos muito mais conteúdo para apresentar.

Querem aprender como pintar com lápis de cor e colorir de forma realista?

Então, bora lá!

como pintar com lápis de cor

1// Óleo mineral

Assim como o lápis de cor aquarelável é diluído em água, o lápis de cor comum é dissolvido em óleos. Para que sua pintura fique uniforme, o ideal é passar um pouco de óleo mineral com um cotonete sobre a base da sua pintura e esfregar suavemente até preenchê-la por completo. O resultado fica perfeito, bem lisinho e homogêneo, pronto para serem feitas as sombras e os detalhes. Se a ponta do cotonete for muito grande comparado à área que você deseja uniformizar, use um daqueles cotonetes de maquiagem com a ponta cônica, ele é perfeito para áreas menores. Só cuidado para não usar óleo demais e deixar o papel transparente e encharcado, ok?

2// Boleador ou estilete

Para dar um melhor acabamento em cabelos, é recomendado usar um boleador fininho antes do início da pintura. Passe o boleador pelo comprimento do cabelo, de cima para baixo, marcando alguns fios. Esse processo cria sulcos no papel, que não vão ser preenchidos quando você pintar o cabelo. Se você não tiver um boleador, use uma caneta esferográfica sem tinta que dá o mesmo efeito, contanto que a espessura seja proporcional aos fios de cabelo.

Se você não quiser usar um boleador para esse fim, use um estilete para raspar a pintura e criar alguns fios de cabelo. O estilete vai tirar a carga da mina e expor o papel por baixo da camada de lápis de cor. O efeito fica ótimo e bem realista, e a técnica também pode ser usada para outros detalhes além de fios de cabelo.

3// Borracha

Para criar áreas iluminadas na pintura, use uma borracha e tire o excesso de carga do papel. Essa é uma técnica bastante útil, pois ao apagar o lápis de cor, se cria luzes homogêneas e bastante reais. É recomendado usar borrachas macias e que esfarelam, e caso queira iluminar pequenas áreas, use canetas borracha. Tome cuidado para não esfregar a área com força e acabar rasgando o papel.

4// Algodão

Se você quiser pintar uma área grande com agilidade, use o farelo do lápis de cor e esfregue com um pedaço de algodão. A pintura fica uniforme e bem clarinha, mas é só você fazer várias camadas para deixar a cor mais vibrante. Eu uso principalmente quando quero dar um efeito de pastel seco no meu desenho.

5// Blender

O blender é um lápis sem pigmento à base de cera que serve para misturar cores e uniformizar a pintura. É muito superior ao lápis de cor branco para misturar, porque não deixa carga sobre a pintura e não embranquece as cores. Se você quiser saber mais sobre o uso de lápis de cor branco, acesse a primeira parte desse post.

6// Burnisher

O lápis burnisher, que também é usado para misturar cores, cria uma camada de cera sobre a pintura e confere um acabamento envernizado diferente de qualquer outro lápis. Ele também pode ser usado diretamente sobre o papel, o que impermeabiliza a área e impede a aderência de outros pigmentos.

7// Sobreposição de cores

Nessa técnica, a pintura é feita em camadas, ou seja, a construção das cores se dá pela sobreposição delas. Se você quer usar uma determinada cor no seu desenho, mas não gosta do tom padrão que vem na caixa, você pode chegar à ela sobrepondo outras cores. Caso você queira usar vermelho, por exemplo, primeiro preencha a área com a cor mais clara, no caso, o amarelo, e depois faça uma camada com a cor mais escura por cima, no caso, o magenta. Sempre comece pela cor mais clara e vá sobrepondo as cores mais escuras, pois assim é possível perceber o resultado conforme se está pintando e as chances de erro são menores. Nessa técnica, as sombras são feitas com sobreposição de cinza e não com um tom mais escuro da cor em questão, o que deixa o resultado mais realista.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Se vocês quiserem saber mais sobre o assunto, acessem também 7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor #1 e Materiais de desenho.

Até mais!

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Decoração DIY Ilustração

Decoração usando transfer dourado

23 de setembro, 2015 por

Decoração com transfer dourado

Olá, pessoal. Como vocês estão?

Eu e a Mariana passamos alguns dias sem postar porque estávamos trabalhando duro para reformar o nosso estúdio e o layout do blog (espero que vocês tenham gostado), mas finalmente terminamos! Vamos fazer uma série de posts e vídeos de DIY mostrando como estamos decorando o nosso cantinho, e vou começar o post de hoje mostrando o primeiro projeto de decoração que fizemos.

Espero que vocês gostem!

Num dia desses eu fui a uma loja de artesanato daqui de Brasília e vi um transfer dourado pendurado na parede. Fiquei pensando de que maneira poderia usá-lo, porque eu já estava certa de que o compraria, e acabei me decidindo por usá-lo em alguma ilustração. Como eu e a Mariana estávamos pensando em reformar o nosso estúdio na época e em decorar uma parede com quadros, acabei levando o transfer para ajudar na decoração da tal parede. Comprei um verniz mordente, um líquido que lembra cola, que me garantiram que transferia o dourado do transfer para qualquer superfície, e voltei para casa doida para botar as mãos na massa.

Para decorar as ilustrações, eu usei:

♦ Cola;

♦ Transfer

♦ Verniz mordente (facilmente encontrado em lojas de artesanato, de artes e de scrapbook);

♦ Pincéis variados;

♦ Ilustrações (imprimi três ilustrações autorais em papel AP 200g/m²);

Decoração com transfer douradoDecoração com transfer dourado

Primeiramente, eu passei o verniz mordente na área da ilustração que eu queria transferir o dourado e, então, esperei secar, conforme a explicação no frasco do verniz. Grudei um pedaço do transfer no verniz seco dando batidinhas e puxei de uma só vez depois de me certificar de que estava bem grudado.

Ah, uma coisa importante de ser lembrada é que o lado dourado do transfer deve estar virado para cima!

Decoração com transfer dourado

Acontece que o transfer não funcionou muito bem com o verniz mordente seco, úmido ou molhado – simplesmente não grudava de jeito nenhum! Por isso, eu tive que apelar para cola branca mesmo, e por incrível que pareça, funcionou bem melhor. O truque para transferir com cola branca é passar uma camada fina dela, e logo em seguida, aplicar o transfer (lado dourado para cima) dando batidinhas ou apertando com os dedos mesmo.

Decoração com transfer dourado

Na ilustração da direita foi usado verniz mordente para transferir o dourado, e na ilustração da esquerda foi usado cola branca Cascorez. É bem nítida a diferença, né?

Decoração com transfer dourado

Enquadrei as ilustrações com molduras douradas que já tinha comprado há algum tempo e pendurei na parede do estúdio. Foi o primeiro projeto que fizemos para decorá-lo, e adorei!

E vocês, o que acharam? Espero que tenham gostado! E em breve teremos mais projetinhos de decoração por aqui!

Até mais!

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Ilustração

Minha versão digital das Princesas Disney #1

11 de maio, 2015 por

Olá, pessoal. Como vocês estão?

Lembram-se que quando postei a Minha versão das princesas Disney eu disse que iria refazê-las digitalmente? Pois então, eu comecei o projeto e vou mostrar para vocês como está ficando.

Eu comecei pela Princesa Aurora, de A Bela Adormecida, aproveitando a mesma pose da minha versão anterior; e depois, parti para ilustrar a Jasmine, de Aladdin, porque eu ainda não a tinha ilustrado antes e me cobraram isso.

Princesa AuroraAladdin

Eu pretendo finalizar todas as princesas Disney assim que o meu tempo livre aumentar, o que não vai ser rápido, porque eu e a Mariana estamos desenvolvendo um livro de colorir!

Isso mesmo, pessoal, em breve teremos um livro de colorir fresquinho do Gema de Ovo. Vocês conseguem adivinhar qual será o tema?

Espero que tenham gostado das ilustrações de hoje e estou ansiosa para contar para vocês as novidades do nosso novo projeto.

Até mais!

 Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’  |

 

Ilustração

Perfis de ilustradores para seguir no Instagram #3

31 de março, 2015 por

Olá, pessoal. Como vocês estão?

Que tal conhecer mais alguns perfis de ilustradores para seguir no Instagram, hein? Dessa vez trago perfis de artistas que dominam a arte de pintar com aquarela, que fazem trabalhos tão lindos que dá vontade de emoldurar suas criações e guardar com o maior carinho na parede.

Vem ver quem são eles!

7// Valerie Chua   |   @valeriechuaart

Valerie é uma artista que admiro muito pela qualidade de suas ilustrações delicadas e simbólicas. O detalhismo que ela transmite é de tirar o fôlego, deixando qualquer amante de aquarela com o queixo caído. O que me chama mais atenção são os elementos destoantes que ela acrescenta à imagem feminina, dando um quê surrealista bastante interessante.

8// Eunike Nugroho   |   @inikeke

Quem acompanha o blog sabe que amamos ilustração científica, não é mesmo? É claro que esse tipo de trabalho apareceria por aqui, mais cedo ou mais tarde, ainda mais quando se trata dos desenhos de Eunike. Sua técnica de representação botânica é tão refinada, que é difícil saber o que é desenho e o que não é. Gosto do realismo presente em suas obras e como ela consegue alcançar diferentes tonalidades misturando os pigmentos da aquarela.

Gostaram dos perfis apresentados nesse post? Vocês preferem ilustrações mais subjetivas como os da Valerie ou a representação fiel presente nos trabalhos da Eunike? Adoraria saber a opinião de vocês nos comentários!

Até mais!!

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Ilustração

Vocês conhecem o #Ilustraday?

17 de março, 2015 por

11050693_1568138513428826_6302921071446335906_n

Olá, pessoal. Tudo bem?

Hoje eu vim apresentar para vocês um projeto muito legal que conheci faz pouco tempo, o #Ilustraday, que tem como principais objetivos explorar a criatividade e disseminar ilustrações lindas pela blogosfera. O projeto é de autoria da Camila Rech, do Meninices da Vida, e consiste em definir um tema novo a cada mês para servir de inspiração para os ilustradores de plantão.

É claro eu não podia deixar de participar quando vi que o tema do mês de Março é: Desenhos que marcaram a minha infância. Quem me conhece há mais tempo sabe que Sailor Moon foi o animê que me acompanhou quando era pequenininha e precisava homenagear esse desenho que me fez conhecer várias pessoas especiais na minha vida. Decidi começar pela Serena, a Sailor Moon, e a ideia é que, até o final do mês, as outras Sailors sejam representadas por mim. Quem vocês querem ver primeiro por aqui?

Serena_Sailor_Moon_Ilustraday

Gostaram da proposta do projeto Ilustraday? É só curtir a fanpage e participar do grupo no Facebook para apreciar as várias ilustrações já criadas. Tem muito desenho legal por lá!

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Ilustração

Minhas ilustrações para o Mochilão da Kipling

26 de fevereiro, 2015 por

Olá, pessoal. Como vocês estão?

Durante esse mês eu participei de um concurso da Kipling, o Mochilão com Bruna Vieira, onde os concorrentes deveriam ilustrar a sua mochila dos sonhos valendo uma viagem para o Reino Unido. Eu não ganhei o concurso, mas eu fiquei tão contente e orgulhosa dos desenhos que gostaria de mostrá-los a vocês. Na verdade, quem acompanha o meu Instagram já deve tê-los visto por lá. Bora ver?

Mochilão da Kipling

 

#1 Eu queria uma ilustração simples e de fácil assimilação, e por isso, eu reduzi a paleta de cores para vermelho, preto e cinza para as personagens, e as posicionei de costas para dar enfoque nas mochilas, que foram pintadas em várias cores . O software usado nessa ilustração foi o Paint Tool SAI, que já foi abordado aqui no blog nas postagens:

Dicas de pintura com Paint Tool SAI // Tutorial: Paint Tool SAI

#2 Na segunda ilustração quis arriscar na pintura com lápis de cor. Nesse trabalho eu usei lápis de cores de diversas marcas como Prismacolor, Faber-Castell, Caran d’Ache e Maped. Caso queira aprender técnicas de pintura com lápis de cor, acesse o link abaixo:

7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor

#3 Na terceira eu quis mostrar toda a minha técnica de pintura digital no Paint Tool SAI. Quis mostrar realismo no meu traço por meio de uma pintura de pele marcada pela luz e sombra, ao mesmo tempo eu quis explorar o selfie como conceito da ilustração, já que ela seria publicada no Instagram. Se você tem interesse em brushes de Paint Tool SAI para pintura de pele, deixo o link a seguir em que ensino a criar alguns pincéis no software.

Meus pincéis para Paint Tool SAI

#4 Na última ilustração quis somente uma mochila, sem nenhum personagem complementar. Ilustrei uma mochila divertida com elementos da tendência de moda vigente, como a renda de pompons e a estampa com o manchas de tinta.

É isso, pessoal. Espero que tenham gostado das ilustrações!

Até a próxima.

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Ilustração

Minha versão das princesas Disney

19 de fevereiro, 2015 por

Olá, pessoal. Como vocês estão?

Nossa, fazia tempo que não postávamos ilustrações nossas no blog, né? E para compensar vocês pela falta, resolvi trazer uma série de ilustrações mais que especial: minha versão das princesas Disney! Tive essa ideia numa tarde, e nessa mesma tarde eu finalizei 11 personagens. Como eu cansei! Depois disso foi só diversão pintando as ilustras com lápis de cor.

IMG_8920_editado

Para dar o efeito de ilustração vintage que queria, escolhi o papel Canson creme 140g/m² granulado e pintei com pouca força na mão, pois queria que as ilustrações mostrassem bem os riscos do lápis de cor e o creme do papel ao fundo. Achei que o resultado ficou muito próximo do esperado.

IMG_8941_editada IMG_8939_editadaIMG_8935_editadaIMG_8934_editadaIMG_8932_editadaIMG_8928_editadaIMG_8927_editadaIMG_8929_editada

Eu usei lápis de cores da Faber-Castell, Caran d’Ache Prismacolor  e não fiz nenhum contorno com caneta —fui apagando as linhas conforme ia pintando. Foi a primeira vez que usei essa técnica, e gostei do resultado.

Espero que vocês tenham gostado porque eu me diverti muito nesse projeto!

Ah, já vou deixar registrado que em breve ilustrarei todas elas digitalmente. Acho que vai ser um projeto e tanto!

Até mais!

 Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’  |

Ilustração

Materiais de desenho

27 de janeiro, 2015 por

Vez ou outra me perguntam quais são os materiais de desenho que eu uso, e como eu imagino que essa possa ser a dúvida de mais alguém, resolvi fazer essa postagem aqui no Gema. Selecionei alguns materiais que estão sempre na minha mesa e que recorro quando vou trabalhar com ilustração. Caso tenha interesse, você pode encontrar esses materiais em papelarias e lojas de suprimento de artes da sua cidade.

Recursos_2
1# Canetas Nanquim Sakura Pigma Micron

São canetas descartáveis a base de nanquim disponíveis em várias espessuras sendo a ponta 01 a minha favorita. Costumo usá-las nos contornos de ilustrações e em caligrafia, no que elas são ótimas.

2# Papel Canson diversos

O papel Canson é o destino final das minhas ilustrações; isto quer dizer que depois de feito o esboço em papel comum do tipo sulfite, transfiro-o para o papel Canson de gramatura alta (140, 200 ou 220g/m²) com ajuda de uma mesa de luz. Depois disso, faço a lineart com caneta nanquim e pinto com lápis de cor ou aquarela.

3# Borracha Pentel

De todas que já usei, a borracha Pentel é minha favorita. Ela não mancha, não esfarela muito e ainda apaga lápis de cor: tudo isso em uma única borrachinha!

4# Aquarela Winsor & Newton Linha Professional

É a aquarela de pigmento natural que uso para trabalhos de ilustração científica. Elas são excelentes para esse tipo de ilustração, e com elas eu consigo reproduzir fielmente todas as cores que preciso.

5# Apontador metálico

Depois de me frustrar com vários apontadores de plástico, comprei um apontador de metal, que está comigo até hoje! Se você tomar certos cuidados, como não soprar ou molhar a lâmina ou o apontador, ele não enferrujará e durará muito mais. Dica dada.

6# Canetas Naquim Uni Pin

Semelhante às canetas Sakura, as canetas Uni Pin também são excelentes para contorno e caligrafia. Recomendo fortemente as duas marcas: não sei dizer qual das duas é a melhor! Ah, acreditam que antes de descobrir as maravilhas das canetas nanquim eu usava caneta Bic preta para contornar meus desenhos? Eu terminava a ilustração com a palma da mão toda borrada, e se não tomasse cuidado, com o desenho também.

7# Lapiseiras Pentel

Utilizo lapiseiras da Pentel de várias espessuras para fazer desenhos técnicos e artísticos. Faço esboços com minha inseparável Pentel 0.7 que tem o grafite bem macio, e uso a 0.3 ou a 0.5 para fazer os detalhes. Comprei um conjunto de lapiseiras em meados de 2008 e elas estão comigo firmes e fortes até hoje.

8# Lápis de cor Caran d’Ache

Ganhei vários lápis da Caran d’Ache de aniversário e fiquei feliz da vida. Nunca tinha experimentado nenhum material artístico importado, e estava com as expectativas altas. Não me frustrei em nenhum momento. Diferentemente dos da Faber-Castell que estava costumada, os da Caran d’Ache são bem mais macios e pigmentados, o que quer dizer que se precisa de menos esforço para se atingir um tom específico ou se cobrir uma certa área.

9# Esfuminhos diversos

Eu tenho vários esfuminhos que uso em trabalhos pintados com grafite ou com lápis de cor. Muita gente deve saber que esfuminhos são usados para uniformizar pinturas com grafite. Mas vocês sabiam que eles também são ótimos para mesclar e uniformizar a pintura com lápis de cor? Dei essa dica num post anterior, vocês se lembram? Caso contrário, clique aqui.  Se essa dica é novidade para você, corra agora e faça o teste. Me fale se você gostou do resultado nos comentários, ok?

10# Tablet Intuos 4 da Wacom

Eu já tinha uma Bamboo há mais ou menos um ano, mas eu percebia que não estava evoluindo na pintura digital. Eu seguia tutoriais, fazia exercícios, pintava todos os dias, mas minha pintura continuava parecendo amadora. Então meu pai me deu uma Intuos 4 pequena, e em questão de dias, já tinha evoluído muito mais do que com a Bamboo. A Intuos é leve, macia e capta muitos níveis de pressão. Recomendo fortemente para quem tem interesse em ilustração digital.

11# Lápis de cor Faber-Castell

Desde criança uso lápis de cor da Faber-Castell e até hoje percebo sua qualidade. Dá para se fazer excelentes pinturas com a série escolar da marca assim como com a série profissional. Tenho lápis das duas séries e gosto demais da rigidez e da uniformidade que atinjo na pintura. Para quem está começando na pintura com lápis de cor, pode se exercitar com os lápis escolares da Faber que você não vai se arrepender.

12# Limpa tipos

O limpa tipos auxilia bastante quando se precisa clarear um esboço. Como o limpa tipos se assemelha a uma massinha de modelar, eu faço uma minhoca com as palmas das mãos e rolo por cima do esboço até ele ficar clarinho. Depois dessa etapa, uso minhas lapiseiras da Pentel, normalmente a 0,3 e a 0,5, e finalizo a ilustração. Quando se precisa apagar certos detalhes, basta fazer uma pontinha com a massa e apertar sobre o grafite. Sai na hora!

13# Lápis de cor Prismacolor

Assim como os da Caran d’Ache, os lápis de cores da Prismacolor são bem macios, e por isso os utilizo quando preciso cobrir áreas grandes.

14# Aquarela Pentel

Foi o primeiro estojo de aquarela que comprei na vida. Utilizo para pintar trabalhos mais experimentais e alguns esboços simples. Por ter pigmentos sintéticos, as cores são bem vibrantes e, por vezes, artificiais, o que não combina com ilustração científica — mas fica ótimo em trabalhos artísticos. Se você quer começar a pintar com aquarela, as da Pentel são boas para dar uma base técnica, te preparando para usar as aquarelas de pigmento natural futuramente.

Bem, é isso, pessoal!

Espero que tenham gostado. Se vocês utilizam algum material diferente do que eu citei, nos conte nos comentários!

 Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Ilustração

Ilustração para blog

7 de janeiro, 2015 por

header_midori_2

Há algum tempo, a Midori do blog Hey! It’s Mi! entrou em contato conosco solicitando algumas ilustrações para o blog dela. Ela explicou direitinho como ela queria os marcadores e a ilustração, com direito à bicicleta que ela tanto ama e um charmoso café, e partimos para o desenvolvimento do desenho.

O processo de criação foi bastante interessante pois foi todo feito em partes separadas. Cada elemento da imagem foi feito em uma folha separada e só depois da aprovação de todos os componentes é que elas foram unidas em uma só ilustração. Os esboços, a arte-final e a coloração foram todos feitos de forma tradicional, com aquarela e caneta nanquim. Já a montagem e pequenas algumas edições, de forma digital, utilizando o software Photoshop.

O desenho ficou do jeitinho que ela queria e amamos demais fazer. A imagem final ficou super meiga e feminina, representando tudo aquilo que a Midori desejava para o novo layout do seu blog. Adoramos fazer parte dessa sua nova fase e esperamos que o header seja um sucesso.

O que vocês acharam do header? Caso você tenha gostado da ilustração e queira uma em seu blog também, entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Até mais!

 Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’  |

Ilustração

Duas meninas (experimentando lápis de cor e aquarela)

14 de outubro, 2014 por

Primeiramente preciso nos desculpar por não termos finalizado o Inktober (shame on us). Acontece que nesse mês estamos finalizando o nosso TCC (sim, estamos fazendo em dupla) e tudo ficou muito corrido e complicado;  portanto o blog ficou meio de lado e consequentemente o Inktober. Desde já, estou anunciando publicamente que desistimos do projeto! Queríamos muito participar, muito mesmo, mas o TCC está sugando todas as nossas forças.

Ah, mas isso não quer dizer que não vai ter ilustração nesse mês não.

Como pedido de desculpas, trago hoje a ilustração que mais repercutiu no meu Instagram (22 curtidas ;P).

Quem já me segue deve ter visto o esboço dessa ilustração, e quem acompanhou as nossas postagens sobre o Inktober também deve ter visto ela com o contorno à tinta. Agora eu trago para vocês a ilustra finalizada numa mistura de aquarela e lápis de cor, uma junção que queria experimentar há muito tempo.

Duas meninasduasmeninas_2

Utilizei aquarela da Winsor & Newton para a cor base da pele, do colarinho e cabelo, e lápis de cor para as regiões mais escuras.

Espero que tenham gostado.

Até a próxima!