Fotografia
6 on 6: março de 2017
Fotografia
6 on 6: abril de 2017
Fotografia
6 on 6: agosto de 2017
Dicas
Siga a Minka Winka nas redes sociais
Dicas
Dicas para atualizar a decoração

Ilustração

Continue Lendo

Olá, pessoal, como vocês estão?

Fazia bastante tempo que eu e a Mariana não postávamos ilustrações nossas aqui no blog, né? Ainda bem que nos últimos dias arranjei um tempinho para desenhar e, finalmente, consegui atualizar a sessão de ilustração do Gema, que é, com certeza, a minha favorita.

A ideia para a ilustração veio do Pinterest: eu estava pesquisando por balões e boias divertidas por lá e acabei ficando com muita vontade de desenhar um monte deles em um cartão de aniversário. Além disso, pensei que seria muito desafiador tentar reproduzir o efeito metalizado/ inflável com as minhas técnicas de pintura digital.

Depois que eu decidi o que queria ilustrar (uma menina segurando balões), procurei por imagens que pudessem me inspirar, e o painel abaixo mostra algumas delas.

Me inspirei no moodboard acima, mas utilizei somente uma imagem como referência: a dos balões escrito YAY, porque queria reproduzir o brilho metalizado com bastante realismo no meu desenho.

Como sempre, tanto o contorno quanto a pintura foram feitos no Paint Tool SAI, que é a minha ferramenta preferida de pintura digital, porque além de ser super fácil de usar, ela também é leve e versátil.

Passo-a-passo: como eu uso o Paint Tool SAI

Antes de qualquer coisa, eu começo a esboçar livremente usando a ferramenta caneta do SAI. Depois que eu fico satisfeita com uma pose (o que pode demorar um bom tempo), finalizo o esboço acrescentando outros elementos, no caso da ilustração acima, os balões e as roupas da personagem. Eu acabei excluindo a camada do esboço sem querer durante o processo de pintura, por isso não vai dar para mostrar para vocês como ficou, mas geralmente é uma camada com muitos riscos, de várias cores, que fica até difícil identificar o que é o quê!

1// Depois que finalizei o esboço, eu criei uma nova camada e fiz o contorno com a ferramenta caneta, resultando na imagem 1 do painel acima. Para se conseguir um traçado limpo e homogêneo, basta fazer traços rápidos com a caneta da sua mesa digitalizadora.

2// Terminado o contorno, comecei a preencher as áreas com cores chapadas — pintei a base dos balões, das roupas, da pele e dos cabelos da personagem. Escolhi uma paleta de cores pastel, inspirada no painel de imagens.

3// Como eu queria um sombreado duro, usei a mesma ferramenta do traçado e da pintura: a caneta. Delimitei as áreas de sombras e preenchi com cores mais escuras que a cor da base. Nos balões, usei a ferramenta airbrush para fazer os brilhos brancos.

Esse é basicamente o meu processo de pintura atual. Fazendo um sombreado duro, economizo bastante tempo, o que não aconteceria se eu usasse a técnica de degradê, que é mais demorado porque é preciso mesclar as cores e formar um gradiente homogêneo. Para vocês terem uma ideia, demorei menos de uma hora para finalizar essa ilustração e se eu tivesse optado por fazer sombras em degradê, demoraria mais de duas horas!

Eu fiquei bastante satisfeita com o resultado final da ilustração; ficou bem do jeito que eu queria. Fazia muito tempo que eu não ilustrava por hobbie, somente a trabalho, e a sensação de liberdade que se tem em produzir uma coisa própria é indescritível. Espero ter mais tempo nos próximos dias para desenhar o que eu bem quiser! 😀

O que vocês acharam da ilustração e do post de hoje? Sentiram dificuldade em acompanhar o processo de pintura digital? Pode parecer difícil a princípio, mas é realmente simples como eu mostrei para vocês. Se alguém tiver qualquer dúvida nesse processo, é só deixar um comentário aqui embaixo, ok?

Até a próxima!

Gostou? compartilhe
postado por
Nayara
Futura escritora e a mais velha das gêmeas. Gosto de desenvolver projetos e compartilhar o processo criativo nesse cantinho que tanto amo. Afinal, melhor do que criar é mostrar que é possível fazer as coisas você mesmo.
Continue Lendo

Olá, pessoal. Tudo bem?

Quando a Mariana escreveu o 7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor #1, nós duas não tínhamos feito nenhum curso de pintura com lápis de cor e, portanto, as técnicas apresentadas eram fruto da nossa experiência prática de anos de desenho. Mas hoje, depois de ter feito um extenso curso de pintura com lápis de cor voltado para ilustração científica, sinto que temos muito mais conteúdo para apresentar.

Querem aprender como pintar com lápis de cor e colorir de forma realista?

Então, bora lá!

como pintar com lápis de cor

1// Óleo mineral

Assim como o lápis de cor aquarelável é diluído em água, o lápis de cor comum é dissolvido em óleos. Para que sua pintura fique uniforme, o ideal é passar um pouco de óleo mineral com um cotonete sobre a base da sua pintura e esfregar suavemente até preenchê-la por completo. O resultado fica perfeito, bem lisinho e homogêneo, pronto para serem feitas as sombras e os detalhes. Se a ponta do cotonete for muito grande comparado à área que você deseja uniformizar, use um daqueles cotonetes de maquiagem com a ponta cônica, ele é perfeito para áreas menores. Só cuidado para não usar óleo demais e deixar o papel transparente e encharcado, ok?

2// Boleador ou estilete

Para dar um melhor acabamento em cabelos, é recomendado usar um boleador fininho antes do início da pintura. Passe o boleador pelo comprimento do cabelo, de cima para baixo, marcando alguns fios. Esse processo cria sulcos no papel, que não vão ser preenchidos quando você pintar o cabelo. Se você não tiver um boleador, use uma caneta esferográfica sem tinta que dá o mesmo efeito, contanto que a espessura seja proporcional aos fios de cabelo.

Se você não quiser usar um boleador para esse fim, use um estilete para raspar a pintura e criar alguns fios de cabelo. O estilete vai tirar a carga da mina e expor o papel por baixo da camada de lápis de cor. O efeito fica ótimo e bem realista, e a técnica também pode ser usada para outros detalhes além de fios de cabelo.

3// Borracha

Para criar áreas iluminadas na pintura, use uma borracha e tire o excesso de carga do papel. Essa é uma técnica bastante útil, pois ao apagar o lápis de cor, se cria luzes homogêneas e bastante reais. É recomendado usar borrachas macias e que esfarelam, e caso queira iluminar pequenas áreas, use canetas borracha. Tome cuidado para não esfregar a área com força e acabar rasgando o papel.

4// Algodão

Se você quiser pintar uma área grande com agilidade, use o farelo do lápis de cor e esfregue com um pedaço de algodão. A pintura fica uniforme e bem clarinha, mas é só você fazer várias camadas para deixar a cor mais vibrante. Eu uso principalmente quando quero dar um efeito de pastel seco no meu desenho.

5// Blender

O blender é um lápis sem pigmento à base de cera que serve para misturar cores e uniformizar a pintura. É muito superior ao lápis de cor branco para misturar, porque não deixa carga sobre a pintura e não embranquece as cores. Se você quiser saber mais sobre o uso de lápis de cor branco, acesse a primeira parte desse post.

6// Burnisher

O lápis burnisher, que também é usado para misturar cores, cria uma camada de cera sobre a pintura e confere um acabamento envernizado diferente de qualquer outro lápis. Ele também pode ser usado diretamente sobre o papel, o que impermeabiliza a área e impede a aderência de outros pigmentos.

7// Sobreposição de cores

Nessa técnica, a pintura é feita em camadas, ou seja, a construção das cores se dá pela sobreposição delas. Se você quer usar uma determinada cor no seu desenho, mas não gosta do tom padrão que vem na caixa, você pode chegar à ela sobrepondo outras cores. Caso você queira usar vermelho, por exemplo, primeiro preencha a área com a cor mais clara, no caso, o amarelo, e depois faça uma camada com a cor mais escura por cima, no caso, o magenta. Sempre comece pela cor mais clara e vá sobrepondo as cores mais escuras, pois assim é possível perceber o resultado conforme se está pintando e as chances de erro são menores. Nessa técnica, as sombras são feitas com sobreposição de cinza e não com um tom mais escuro da cor em questão, o que deixa o resultado mais realista.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Se vocês quiserem saber mais sobre o assunto, acessem também 7 dicas imperdíveis para colorir com lápis de cor #1 e Materiais de desenho.

Até mais!

Facebook  |  Twitter  |  Instagram da Mariana  |  Instagram da Nayara  |  DeviantArt  | Bloglovin’

Gostou? compartilhe
postado por
Nayara
Futura escritora e a mais velha das gêmeas. Gosto de desenvolver projetos e compartilhar o processo criativo nesse cantinho que tanto amo. Afinal, melhor do que criar é mostrar que é possível fazer as coisas você mesmo.
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Eu e a Mariana passamos alguns dias sem postar porque estávamos trabalhando duro para reformar o nosso estúdio e o layout do blog (espero que vocês tenham gostado), mas finalmente terminamos! Vamos fazer uma série de posts e vídeos de DIY mostrando como estamos decorando o nosso cantinho, e vou começar o post de hoje mostrando o primeiro projeto de decoração que fizemos. Espero que vocês gostem!...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Qual foi a minha surpresa quando eu vi a reinterpretação dos contos de fadas para a cultura coreana? Eu pirei, é claro! A artista responsável por esse belíssimo trabalho é a Na Young Wu, conhecida como Obsidian, que ilustrou cenas dos contos a Branca de Neve, A Rainha da Neve, O Lago dos Cisnes, A Princesa e o Sapo, Chapeuzinho Vermelho, A Bela e...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Quando eu vi o trabalho de J. Scott Campbell no DeviantArt, fiquei maravilhada, principalmente, com a série de ilustrações que ele fez das vilãs e das princesas (na verdade nem todas são princesas, mas o termo já é tão popular que eu deixo assim mesmo). Ele ilustrou a Alice, a Branca de Neve, a Aurora, a Ariel, a Cinderela e a Rapunzel, todas...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Eu sei que muita gente que frequenta o Gema adora as personagens da Disney-Pixar, assim como eu e a Mariana.  Depois que vi as “princesas” e seus “príncipes” todos arrumadinhos para o baile de formatura ilustrados pela talentosa Kathryn Hudson, não resisti e decidi publicar aqui no blog. Vejam se não são uma graça? Eu adorei cada um dos casais, principalmente a...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Navegando pela internet, eu encontrei o trabalho de Jen Bartel, que ilustrou as cinco principais Sailors com roupas superdescoladas e modernas. Eu adorei a versão da artista, principalmente o seu traço realista, e fiquei muito encantada com as ilustrações. Vejam só! Sailor Moon foi o primeiro animê que eu assistimos na vida, e foi o responsável por fazer, tanto eu quanto a Mariana,...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Hoje eu trago para vocês o incrível trabalho do artista e designer Richard J. Evans, que homenageou o estúdio Ghibli com uma série de ilustrações retratando os principais lançamentos do estúdio desde Nausicaä, de 1984, até Vidas ao Vento, de 2013. 1// Nausicaä do Vale do Vento (1984)   2// O Castelo no céu (1986)   3// Meu vizinho Totoro (1988)   4// Serviço de entregas da Kiki (1989)  ...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Lembram-se que quando postei a Minha versão das princesas Disney eu disse que iria refazê-las digitalmente? Pois então, eu comecei o projeto e vou mostrar para vocês como está ficando. Eu comecei pela Princesa Aurora, de A Bela Adormecida, aproveitando a mesma pose da minha versão anterior; e depois, parti para ilustrar a Jasmine, de Aladdin, porque eu ainda não a tinha ilustrado antes e me cobraram isso. Eu pretendo...
Continue Lendo
Olá, pessoal. Como vocês estão? Que tal conhecer mais alguns perfis de ilustradores para seguir no Instagram, hein? Dessa vez trago perfis de artistas que dominam a arte de pintar com aquarela, que fazem trabalhos tão lindos que dá vontade de emoldurar suas criações e guardar com o maior carinho na parede. Vem ver quem são eles! 7// Valerie Chua   |   @valeriechuaart Valerie é uma artista que admiro...