Ilustração
Fizemos uma animação 2D
Fotografia
6 on 6: abril de 2017
Fotografia
6 on 6: agosto de 2017
Dicas
Siga a Minka Winka nas redes sociais
Ilustração
Usando bico de pena pela primeira vez
Continue Lendo

Lançamentos Literários de outubro de 2014

Vários dos livros que eu vi na lista dos mais lidos do Goodreads serão lançados no Brasil em outubro. E não é que já estamos no dia primeiro? Fiquei super empolgada com os comentários positivos sobre o livro A menina que tinha dons, de M. R. Carey, e  fiquei curiosa com o Perdido em Marte, de Andy Weir, que figurou várias semanas na lista dos mais lidos do gênero Ficção Científica na rede social. Mas não é só M. R. Carey e Andy Weir que tem lançamento por aqui não. Holly Black, Cassandra Clare, George R. R. Martin, Scott Lynch e  Kat Zhang são outros autores traduzidos para o português.

Veja nossas indicações.

 

Magisterium, de Holly Black e Casandra Clare

Magisterium é uma série escrita por Holly Black (A Menina mais fria de Coldtown) e Cassandra Clare (Os Instrumentos Mortais) numa parceria que tem tudo para dar certo. Na obra, Callum Hunt não quer passar no Desafio de Ferro, porque acredita que só vai lhe trazer coisas ruim. Então, ele se esforça ao máximo para fazer o pior, mas falha em seu plano de falhar. Agora ele terá que entrar no Magisterium, um lugar sinistro e incrível, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Pelo que vi nos sites estrangeiros, a história tem um quê de Harry Potter, com aquela aura de mistério tão peculiar na obra de Rowling. Só não sei se essa semelhança é uma coisa boa ou ruim…

 

A Menina que tinha dons, de M. R. Carey

Escrito por um cultuado roteirista da Marvel e da DC Comics, A menina que tinha dons permance na lista de livros mais lidos da semana na categoria Ficção do site Goodreads desde o seu lançamento. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de portadores de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa praga sobre a humanidade. Parece bom, né?

 

Perdido em Marte, de Andy Weir

Em Perdido em Marte acompanhamos a história do astronauta Mark Watney que foi deixado para trás depois de um terrível acidente no planeta vermelho. De repente, ele se vê completamente sozinho, e tenta, munido de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável, sobreviver apesar das adversidades. Se lembrou de Gravidade? Pois é, eu também. Mas é aí que fica um pouco diferente. Para sobreviver, Mark fará de tudo, inclusive plantar batatas em Marte, e,  usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Ou seja: Gravidade + batatas marcianas + MacGyver = tem como isso dar errado?

 

Mares de sangue – Nobres Vigaristas (Vol. 2), de Scott Lynch

Mares de sangue é o segundo livro da saga de Locke Lamora. Confesso que ainda nem comecei a ler o primeiro, mas a sinopse do segundo já me deu vontade de pegar meu exemplar na estante e ler pra ontem. Olha só: o golpista Locke Lamora e seu fiel companheiro, Jean Tannen, fogem de sua cidade natal e desembarcam na exótica Tal Verrar para fazer o que fazem de melhor: roubar dos ricos e embolsar o dinheiro. Só que dessa vez eles vão parar numa casa de jogos, mas não é uma casa de jogos qualquer – é a mais exclusiva casa de jogos do mundo, onde a regra é punir com a morte qualquer um que tente trapacear. Casas de jogos já são legais no mundo real, imaginem num mundo fantástico?

 

O Dragão de Gelo, de George R. R. Martin

Para quem é fã de Martin, chega ao Brasil o livro que marca a estreia do autor na literatura infantil. O Dragão de Gelo narra a história de Adara, uma criança nascida no frio mais intenso do inverno, e sua jornada ao lado do dragão que sempre a acompanhou às escondidas. A sinopse me lembrou um bocado de Como treinar seu dragão, que eu adoro, mas no mesmo universo das Crônicas de Gelo e Fogo.  Acredito que esse livro vá ser uma boa pedida pra mim, que deixou de lado as Crônicas de Gelo e Fogo na página 400 de A Dança dos Dragões, (pelo motivo de não aguentar ler mais de 50 nomes por página), mas que ama personagens como Aria, Tyrion e Jon Snow, e simplesmente adora o universo criado pelo autor. Se eu conseguir por as mãos nesse livro, com certeza vou adorar ler.

 

O que restou de mim – As crônicas híbridas (Vol.1), de Kat Zhang

Eu também já vi esse livro nas listas de Ficção Científica do Goodreads, mas não me chamou muita atenção porque achei a sinopse muito parecida com A Hospedeira, da Stephanie Meyer (Crepúsculo),  que não gostei muito. Mas depois que amadureci o universo na cabeça, acabei achando que a história de Kat Zhang parece ter um embasamento maior. Na história, Addie e Eva são híbridas, ou seja, duas almas que dividem o mesmo corpo. Considerados instáveis e perigosos, os híbridos foram perseguidos e eliminados das Américas. E quando o segredo delas é ameaçado, Eva e Addie descobrirão da pior forma que há muito mais sobre os híbridos do que os noticiários de TV e os livros de história contam.

 

E então, gostaram dos lançamentos? Eu, particularmente, gostei muito de A menina que tinha dons e de Perdido em Marte. Já encomendei meu exemplar da obra de M. R. Carey, e quando finalizar a leitura, farei uma resenha caprichada.

Até a próxima.

Leia mais sobre Lançamentos Literários
Gostou? compartilhe
postado por
Nayara
Futura escritora e a mais velha das gêmeas. Gosto de desenvolver projetos e compartilhar o processo criativo nesse cantinho que tanto amo. Afinal, melhor do que criar é mostrar que é possível fazer as coisas você mesmo.